Monitor da Violência Juiz de Fora: saiba como estão as investigações dos homicídios ocorridos no primeiro trimestre de 2018 | Zona da Mata

Escrito por em abril 15, 2018

[ad_1]

Ambulante foi encontrado morto na Avenida Getúlio Vargas (Foto: Letícia Damasceno/G1)Ambulante foi encontrado morto na Avenida Getúlio Vargas (Foto: Letícia Damasceno/G1)

Ambulante foi encontrado morto na Avenida Getúlio Vargas (Foto: Letícia Damasceno/G1)

O G1 preparou uma matéria especial para este domingo (15) com o acompanhamento das investigações de todos os homicídios registrados no primeiro trimestre de 2018 em Juiz de Fora. Nesta semana, foi publicada uma matéria com o balanço que apontou para redução dos homicídios na cidade entre os meses de janeiro e março.

A reportagem entrevistou os delegados Armando Avólio Neto e Rodrigo Rolli, responsáveis pelas investigações dos assassinatos ocorridos na cidade. Eles confirmaram que 100% dos casos tiveram os autores identificados e, em grande parte, já foram presos.

De acordo com o delegado Armando Avólio, responsável pela apuração dos homicídios cometidos nas zonas Sul e Norte da cidade, dos 12 casos ocorridos nessas regiões, oito já tiveram resultaram em prisões. Em um caso, o autor foi assassinado antes de ser preso. Os outros três casos já têm os autores identificados, mas ainda faltam detalhes para prendê-los.

Delegado Armando Avólio revelou que oito dos 12 crimes ocorridos nas zonas Norte e Sul têm autores presos (Foto: Fellype Alberto/G1)Delegado Armando Avólio revelou que oito dos 12 crimes ocorridos nas zonas Norte e Sul têm autores presos (Foto: Fellype Alberto/G1)

Delegado Armando Avólio revelou que oito dos 12 crimes ocorridos nas zonas Norte e Sul têm autores presos (Foto: Fellype Alberto/G1)

“Desde março de 2017, quando fui convidado para atuar com minha equipe na Delegacia Especializada de Homicídios, fizemos um mapeamento com foco nas zonas quentes de criminalidade, delimitando os grupos que atuam nestes locais, o que contribui diretamente para que possamos solucionar com precisão e rapidez os casos”, disse o delegado.

Para Avólio, as prisões contribuem diretamente para a redução nos índices de criminalidade.

“O método que utilizamos, de tirar os suspeitos de circulação, tem sido muito efetiva, tendo em vista que evitamos que eles cometam novos homicídios ou que sejam alvo de vingança de grupos rivais”, explicou.

Para o delegado Rodrigo Rolli, outro fator importante para a redução de homicídios tentados e consumados em Juiz de Fora foi o alto índice de apuração da Polícia Civil. Segundo ele, todos os assassinatos ocorridos neste ano tiveram os autores identificados.

Delegado Rodrigo Rolli aponta alto índice de apuração como fator essencial para redução dos crimes (Foto: Roberta Oliveira/G1)Delegado Rodrigo Rolli aponta alto índice de apuração como fator essencial para redução dos crimes (Foto: Roberta Oliveira/G1)

Delegado Rodrigo Rolli aponta alto índice de apuração como fator essencial para redução dos crimes (Foto: Roberta Oliveira/G1)

“Os homicídios estão 100% apurados e com os autores identificados. Diversos já foram presos, mas de alguns ainda estamos aguardando que sejam expedidos mandados e de outros estamos reunindo provas, mas já sabemos quem cometeu os crimes”, afirmou.

Relembre todos os 21 homicídios ocorridos em Juiz de Fora entre os meses de janeiro e março deste ano e como está o andamento de cada um dos casos.

Homicídios no 1º trimestre de 2018

Primeiro homicídio do ano é registrado no Bairro Manoel Honório

Um jovem de 21 anos foi morto após uma discussão na madrugada do dia 1º de janeiro no Bairro Manoel Honório. O suspeito e a vítima discutiram e ela foi golpeada no peito e no pescoço.

Segundo o delegado Rodrigo Rolli, o suspeito já foi identificado e a polícia aguarda que o mandado de prisão seja expedido pela Justiça.

Jovem suspeito de roubo é morto a tiros no Bairro Benfica

Um rapaz de 26 anos foi morto a tiros dentro de um comércio no Bairro Benfica na noite do dia 2 de janeiro. Após o crime, uma testemunha reconheceu o jovem por foto e identificou que ele e um cúmplice haviam cometido um roubo no mesmo bairro.

Conforme informações do delegado Armando Avólio Neto, durante depoimento, o adolescente confessou que teria cometido o ato infracional por causa de uma dívida de tráfico de drogas. A vítima estaria fazendo cobranças. O garoto foi encaminhado à Vara da Infância e da Juventude com pedido de acautelamento.

Jovem é morto a tiros no Bairro Nossa Senhora Aparecida

Um jovem, de 18 anos, morreu no dia 4 de janeiro no Hospital de Pronto Socorro (HPS), em Juiz de Fora. Ele foi encontrado baleado no cruzamento das ruas Antônio Meurer e Nossa Senhora Aparecida, no Bairro Nossa Senhora Aparecida.

Três suspeitos de envolvimento no crime, com idades entre 20 e 23 anos, foram detidos e encaminhados à delegacia para prestar esclarecimentos no dia do crime. Um quarto suspeito foi preso no dia 25 de janeiro no mesmo bairro.

Corpo de jovem desaparecido é encontrado em matagal no Bairro Nova Germânia

O corpo de um rapaz de 21 anos foi encontrado em um matagal no condomínio Nova Germânia, no dia 8. A Polícia Militar (PM) identificou quatro suspeitos de envolvimento no crime, mas eles não foram encontrados no dia do crime. O rapaz seria morador do Bairro Santa Rita.

Após investigações, uma equipe da Delegacia Especializada de Homicídios prendeu no dia 2 de fevereiro um jovem de 18 e um homem de 34, além de apreender um adolescente de 17 anos, que assumiu a autoria do crime. O adolescente foi encaminhado ao Centro Socioeducativo e os outros dois foram conduzidos ao Sistema Prisional.

Jovem é morto com tiros no rosto no Jardim Natal

O corpo de um jovem de 18 anos foi encontrado na Rua Ottavio Schettino no dia 14 de janeiro no Bairro Jardim Natal. O médico do Samu constatou o óbito, verificando aproximadamente sete perfurações no rosto.

Suspeito foi apresentado na delegacia em Juiz de Fora (Foto: Polícia Civil/Divulgação)Suspeito foi apresentado na delegacia em Juiz de Fora (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Suspeito foi apresentado na delegacia em Juiz de Fora (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

O suspeito, um jovem de 28 anos, foi preso e apresentado pela Polícia Civil no dia 27 de março. De acordo com o delegado responsável pela investigação, Armando Avólio, foi apurado que a vítima estava em casa quando dois indivíduos, que estavam em uma motocicleta foram até o local e o executaram.

Homem confessa assassinato de advogado desaparecido no Bairro Parque das Torres

Equipes da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros foram mobilizadas no dia 17 de janeiro para procurar o corpo de um advogado, de 75 anos. O idoso saiu de casa para cobrar uma dívida de R$ 300, referentes ao processo de um cliente no Bairro Parque das Torres e, desde então, não foi mais visto.

Policia Civil realiza reconstituição da morte de advogado em Juiz de Fora (Foto: Carlos Eduardo Alvim/G1)Policia Civil realiza reconstituição da morte de advogado em Juiz de Fora (Foto: Carlos Eduardo Alvim/G1)

Policia Civil realiza reconstituição da morte de advogado em Juiz de Fora (Foto: Carlos Eduardo Alvim/G1)

O resultado do inquérito do caso foi anunciado pela assessoria da Polícia Civil no dia 15 de fevereiro. A Justiça acatou o pedido do delegado Luciano Vidal de prisão preventiva dos suspeitos por tempo indeterminado.

Além deles, um adolescente e outras duas pessoas, incluindo a mãe do rapaz de 20 anos, foram indiciados conforme o envolvimento no crime. Contudo, esses três, por enquanto, estão em liberdade.

Motociclista é morto com tiros na cabeça no Bairro Previdenciários

Um jovem de 27 anos foi encontrado morto na Avenida Darcy Vargas, no Bairro Previdenciários, no dia 18 de janeiro. O corpo estava caído perto de uma motocicleta. De acordo com a ocorrência, o capacete da vítima tinha três perfurações de disparo de arma de fogo. O caso foi apurado e o autor identificado pela Polícia Civil, mas ele ainda não foi preso.

Jovem morre após ser baleado no rosto e nas costas no Bairro São Geraldo

Um jovem de 21 anos morreu após ser baleado no rosto e nas costas na madrugada de 20 de janeiro. O corpo foi encontrado na Rua Clóvis Serra da Mota, no Bairro São Geraldo, próximo ao Condomínio Belo Vale. No entanto, testemunhas informaram que o rapaz teria sido baleado no interior do condomínio, por um jovem que fugiu em seguida.

De acordo com o delegado Armando Avólio, um dos suspeitos do crime foi identificado, mas, até esta publicação, ainda eram levantadas provas para solicitar um mandado de prisão para ele.

Adolescente é morto a tiros no Bairro Jardim Gaúcho

Um adolescente de 16 anos morreu após ser baleado no dia 24 no Bairro Jardim Gaúcho. Segundo a PM, a vítima caminhava pela Rua Rubens Coimbra quando foi surpreendida por dois homens em uma motocicleta, que atiraram com uma arma de fogo. Foram cinco tiros nas costas e um na cabeça. O autor do homicídio foi identificado, mas ainda não foi preso.

Jovem é esfaqueado e morto após procurar suspeito de furtar o celular dele

Um rapaz de 21 anos foi esfaqueado e morto na noite de 6 de fevereiro, na Rua Benjamim Constant, no Centro da cidade. Ele foi cobrar a devolução do celular, que teria sido furtado pelo autor do crime, identificado como um jovem de 22 anos. Um homem de 31 anos, suspeito de ajudar a perseguir a vítima, foi detido pela PM.

O delegado Rodrigo Rolli apresentou ainda outro rapaz, suspeito de cometer um homicídio no Centro de Juiz de Fora em fevereiro de 2018.

Jovem é morta com vários tiros no Bairro Alto Santa Rita

Uma jovem de 26 anos morreu após ser baleada no Bairro Alto Santa Rita na madrugada de 7 de fevereiro. No dia do crime, os familiares não souberam informar sobre suspeitos de autoria do crime nem o motivo. As investigações já identificaram os possíveis suspeitos, mas até, este domingo, ninguém havia sido preso.

Pai encontra filho morto dentro de casa com várias perfurações de tiros no Bairro Tiguera

Um homem de 32 anos foi encontrado morto dentro da própria casa no Bairro Tiguera. A PM foi chamada pelo pai da vítima na manhã do dia 11 de fevereiro. Peritos identificaram sete perfurações de arma de fogo, sendo no abdome, antebraço, ombro e nádegas.

O pai disse à polícia que o homem tinha problemas psiquiátricos e ficha criminal por agressão. O autor do crime foi identificado após investigações, No entanto, o homem foi morto antes que a polícia o localizasse e prendesse.

Homem é assassinado a facadas durante briga na Avenida Getúlio Vargas

Um homem de 38 anos morreu após ser esfaqueado na tarde do dia 16 de fevereiro. De acordo com a PM, ele e outro home se atacaram com golpes de faca. A vítima de 38 anos foi encontrada na Avenida Getúlio Vargas.

O suspeito, de 47 anos, foi socorrido entre as ruas São Sebastião e Francisco Bernardino e encaminhado ao Hospital Pronto Socorro (HPS). Após atendimento, ele foi encaminhado para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp). A faca usada no crime foi encontrada na Praça dos Três Poderes, em frente ao shopping.

Homicídio é registrado no Bairro São Sebastião

Um homem de 30 anos foi assassinado a facadas durante uma briga na manhã de 19 de fevereiro no Bairro São Sebastião. O suspeito e a vítima moravam juntos e, conforme a polícia, estavam envolvidos com o tráfico de drogas no bairro.

O crime ocorreu na Rua Fausto Machado. Durante uma discussão, um deles deferiu golpes de faca contra o outro, que morreu no local. O suspeito, apesar de identificado, também não havia sido preso até a publicação da reportagem.

Jovem morre e homem fica ferido após disparos no Bairro Santa Rita

Um jovem de 22 anos morreu na madrugada do dia 23 de fevereiro no HPS, após ser baleado no Bairro Santa Rita algumas horas antes. Um homem de 41 também foi ferido na ocorrência.

De acordo com a polícia, as vítimas estavam bebendo e consumindo drogas junto com um adolescente de 16 anos e um jovem de 27, apontados como os suspeitos dos disparos na Rua Rômulo Ribeiro de Castro. Os suspeitos não foram presos até esta publicação.

Esposa ouve tiro e encontra marido morto na porta de casa

O corpo de um homem de 57 anos foi encontrado na madrugada do dia 25 de fevereiro no Bairro Vila Esperança II. A esposa da vítima, de 44 anos, contou que estava dormindo quando ouviu um barulho e foi ver o que era. Ao chegar ao portão da residência, encontrou o marido caído e baleado.

A mulher disse que a vítima mantinha um relacionamento amoroso extraconjugal, mas não apresentou nomes de pessoas suspeitas do crime. As investigações já identificaram os suspeitos, mas as prisões ainda não haviam sido feitas até este domingo.

PM registra homicídio no Bairro Barreira do Triunfo

A PM registrou mais um homicídio no dia 25 de fevereiro. A vítima foi encontrada baleada na Rua Pedro Ribeiro Pereira, no Bairro Barreira do Triunfo. A polícia foi chamada por uma testemunha, que encontrou o homem.

Um tatuador de 32 anos e um jovem de 20 anos foram apresentados no dia 4 de abril na Delegacia de Polícia Civil. A dupla também é suspeita de ter matado a marretadas um homem de 35 anos no Bairro Ponte Preta, de acordo com a polícia.

Delegado Armando Avólio apresentou os suspeitos em Juiz de Fora (Foto: Vagner Tolendato/G1)Delegado Armando Avólio apresentou os suspeitos em Juiz de Fora (Foto: Vagner Tolendato/G1)

Delegado Armando Avólio apresentou os suspeitos em Juiz de Fora (Foto: Vagner Tolendato/G1)

Após a conclusão do homicídio, o corpo da vítima foi enrolado em um cobertor, colocado dentro do porta-malas e levado até o Bairro Barreira do Triunfo, onde foi abandonado.

Morre no HPS pai esfaqueado pelo filho no Distrito de Torreões

A Secretaria de Saúde confirmou que o homem de 59 anos esfaqueado pelo próprio filho, de 24 anos, no início de fevereiro, no Distrito de Torreões, morreu na noite de 1º de abril no HPS.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Armando Avólio Neto, o autor foi preso em flagrante e indiciado por tentativa de homicídio. Com a comprovação da morte, ele passa a responder por homicídio consumado.

Duplo homicídio é registrado no Bairro Vila Olavo Costa

Um jovem de 26 anos e um homem de 38 anos foram mortos a tiros no Bairro Vila Olavo Costa. De acordo com as informações da PM, um veículo chegou próximo às vítimas e dois ocupantes fizeram vários disparos de arma de fogo.

Os suspeitos já foram identificados pelo delegado Rodrigo Rolli. No entanto, não haviam sido presos até esta publicação.

[ad_2]

Fonte da Notícia


Ao Vivo

Rádio Alvorada

Current track
TITLE
ARTIST