Justiça do AP condena motorista que atropelou amigas em ponto de ônibus em Macapá | Amapá

Escrito por em abril 18, 2018

[ad_1]

Ele deverá cumprir sete meses de prestação de serviços à comunidade e está suspenso de dirigir por dois meses e 10 dias, segundo a decisão. As vítimas informaram que vão recorrer da decisão.

O acidente de trânsito aconteceu em março de 2017, na Rua Leopoldo Machado, no bairro Beirol, Zona Sul de Macapá. As vítimas, Franciane Santos e Maria Vaz, estavam em uma parada de ônibus, quando foram atingidas pelo veículo, que parou uma quadra depois.

Antes da chegada da polícia, populares tentaram agredir o motorista. Ele foi preso, mas foi liberado no dia seguinte. As amigas chegaram a ficar cerca de 2 meses internadas, em estado grave. Recebida pela Justiça em agosto de 2017, a denúncia foi ofertada pelo Ministério Público (MP) do Amapá, pelos crimes de lesão corporal culposa e embriaguez.

O julgamento do motorista aconteceu nos dias 13 de março e em 9 de abril, após depoimentos das vítimas, do motorista e de testemunhas. O réu confessou a lesão corporal, mas apresentou relatos de professores para defender que não havia consumido bebida alcoólica.

Na decisão, a juíza Stella Ramos entendeu que o motorista de fato não estava embriagado, mas passou mal após o acidente, devido ter problemas respiratórios e que ficou em pânico. Ele foi absolvido do crime de embriaguez ao volante.

Ele foi condenado pelos crimes de lesão corporal culposa no trânsito. No julgamento, as vítimas contaram que ainda têm sequelas. Franciane declarou em depoimento que têm limitações no movimento das pernas e pescoço, enquanto que Maria tem dificuldades para andar, e sofre com danos psicológicos e financeiros.

[ad_2]

Fonte da Notícia


Ao Vivo

Rádio Alvorada

Current track
TITLE
ARTIST